Tipos de Plumagem do Mandarim

TIPOS DE PLUMAGEM NO D. MANDARIM
Autor: Jorge Pinto
Jorge Pinto

 

Começo por dizer que apesar de este artigo ser dirigido aos criadores de mandarins, os conceitos aqui tratados são válidos para muitas raças e não só para o mandarim.

Por exemplo, os criadores de canários e os criadores de periquitos standard inglês já estão alertados para esta situação à algumas dezenas de anos, no entanto noto que a grande maioria dos criadores de mandarins nem sequer sabem distinguir um pássaro nevado de um pássaro intenso. Basicamente existem dois tipos de plumagem:

-INTENSIVA

-NEVADA

A plumagem intensiva é composta por penas que são curtas e estreitas, é na plumagem intensiva que temos mais intensidade de côr, como o nome indica.

A plumagem nevada é composta por penas compridas e largas, e neste tipo de plumagem temos muito menos intensidade de côr, sendo a plumagem menos brilhante.

Existem depois as formas intermédias, porque o tipo de plumagem não é matemático como a genética das cores por exemplo, existem muitas variações, podemos obter pássaros com penas curtas e largas, e outros com penas compridas e estreitas.

Nem sempre é fácil identificar o tipo de plumagem de cada mandarim, aliás, para os menos experientes até se pode tornar confuso, pelo menos ao principio, porque a ideia que temos é que parecem todos iguais, mas com uma observação mais cuidadosa surgem as diferenças.

É relativamente fácil identificar um nevado e um intensivo, o problema são mesmo as formas intermédias. Uma maneira de identificar os diferentes tipos de plumagem dos nossos mandarins, é pegar em vários pássaros, arrancar a cada um uma pena por exemplo do peito, mais ou menos da mesma zona em todos eles, e estabelecer depois a comparação, por vezes as diferenças são enormes de uns para os outros.

Um dos cruzamentos mais aconselhados será entre um nevado e um intensivo, de forma a obtermos alguns filhotes de plumagem intermédia, que são os melhores para exposição. Se cruzarmos nevado com nevado vamos obter pássaros com plumagem em excesso, e se cruzarmos intensivo com intensivo vamos obter pássaros que parecerão muito magros, apesar de não o serem, porque a plumagem vai ser demasiado fina e “colada” ao corpo. Outro cruzamento que podemos fazer é entre formas intermédias, neste caso podemos obter pássaros intensivos, nevados e intermédios. Na minha opinião é tolerado também o cruzamento de um pássaro nevado com um de plumagem intermédia, principalmente os intermédios de plumagem comprida e estreita.

A plumagem é muito importante quando se trata de criar mandarins de exposição, porque é a plumagem que define a forma geral da ave. Para o mandarim ser redondo como exige o standard precisa de uma plumagem que lhe confira volume, no entanto este volume tem de ser transmitido de forma harmoniosa, se o pássaro for nevado vai ter volume mas de uma forma menos harmoniosa, daí a importância da plumagem intermédia, na minha opinião pessoal o melhor tipo de pena é a comprida e estreita, ao ser comprida transmite bem a ideia de volume, e ao ser estreita faz com que a plumagem assente bem, não ficando a ave com aspecto de penas em excesso. Normalmente as zonas mais críticas são as laterais, porque as penas levantam por baixo da asa, e ao fundo por baixo da cauda.

Por aquilo que me apercebo, os mandarins nevados em Portugal não abundam, uma vez que são os que aparentam ser maiores, e por esse motivo os criadores costumam guardá-los e muito bem, porque quem não tiver este tipo de pássaros no seu plantel não consegue obter exemplares de exposição com qualidade a nível mundial.

Por vezes também acontece que os criadores com a ambição de obterem pássaros cada vez maiores e mais redondos cruzam nevados com nevados durante gerações seguidas. Os criadores de canários e mais tarde os criadores de periquitos standard inglês chegaram à conclusão que esta é uma política a evitar, uma vez que a tendência é no futuro surgirem quistos e mais quistos, a plumagem cada vez fica com menos brilho, cada vez mais áspera chegando a um ponto em que começamos a tirar aves que mais parecem espanadores, porque as penas ficam todas tortas e levantadas.

Em jeito de resumo, digo que para tudo se quer equilibrio, neste caso específico temos que procurar sempre fazer os cruzamentos de forma a obter pássaros equilibrados de uma forma geral, e a plumagem não pode nem deve ser excepção, isto claro, se quisermos tirar pássaros campeões, mas quem não quer?

Aproveito para dizer que este artigo é 100% de minha autoria e baseado na minha experiência pessoal, tanto como criador de mandarins como de periquitos de standard inglês. Espero que sirva para ajudar e alertar os criadores para um pormenor que apesar de importantíssimo, é muitas vezes desvalorizado.

JORGE PINTO

  1. Ricardo Sutil

    Os meus Parabens pelo artigo, e obrigado por estar disponivel para eu aprender um pouco. Sim porque isto ainda é tudo muito vasto para mim. Mas com a experiencia de criadores como tu espero vir a ter alguma tambem!
    Ricardo Sutil de Castelo de Vide ( espero que estejas recordado de mim)
    Abraço

    • Jose Fernando

      Ola Ricardo , obrigado pelo comentário, permita-me só uma correção este artigo foi partilhado com todos os criadores de aves em geral, mas aplica-se neste caso nos Mandarins, Mas é aqui a minha chamada de atenção este artigo é da Autoria do Criador Jorge Pinto, Abraço.

  2. ola a todos sou novo a criar estas lindas aves, mas pelo o que vejo são muito fácil de criar em gaiola apenas com um casal e pelo que sei da minha experiência para criar estas aves aconselho com ninhos de canários estou tirar assim abraço amigos

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: